Prémio João Monjardino 2022

Tema: Doenças Virais: Epidemiologia, Etiopatogénese e Controlo

Por sugestão vinda do Conselho de Curadores, o Conselho Consultivo na sua reunião de 27 de novembro de 2021, escolheu a Virologia como tema da edição do Prémio João Monjardino 2022, não apenas pela atualidade da questão mas, também, pela ligação do Professor João Monjardino a este domínio da investigação. Quanto ao júri, foi convidado o Professor Ruy Ribeiro, do National Laboratory de Los Alamos que aceitou prontamente. Para representante da nossa Fundação no júri, foi indicado o Professor Miguel Carneiro de Moura.

O prazo das candidaturas terminou a 30 de setembro de 2022

Informações

Prémio João Monjardino

Fundação para a Ciência e Tecnologia: premio.pulidovalente@fct.pt

Fundação Francisco Pulido Valente: fundacaopulidovalente@gmail.com

Doenças oncológicas-Tumores como ecossistemas de clones e células: implicações terapêuticas

Na sequência do protocolo firmado entre a Fundação para Ciência e a Tecnologia I.P. e a Fundação Professor Francisco Pulido Valente é aberto concurso para atribuição do Prémio João Monjardino 2022

  1.  O prémio visa distinguir o melhor artigo publicado sob o tema Doenças Virais: Epidemiologia, Etiopatogénese e Controlo, sem restrição do ano de publicação, que descreva os resultados da investigação realizada numa instituição do sistema científico e tecnológico nacional por um/a investigador/a com menos de 35 anos à data de apresentação da candidatura.
    É admitido a concurso um único trabalho original por candidato, publicado ou aceite para publicação, com a aceitação devidamente comprovada, em revista nacional ou estrangeira da especialidade, no qual seja primeiro autor ou coautor (desde que seja reconhecido na publicação como tendo contribuição idêntica à do primeiro autor).

O montante deste prémio é de €10.000 (dez mil euros), comparticipado em partes iguais pelas duas fundações e atribuído numa prestação única.

As candidaturas devem ser apresentadas entre o dia 15 de junho de 2022 e as 17 horas do dia 30 de setembro de 2022, através do preenchimento de formulário electrónico próprio, disponível em  http://www.fct.pt/apoios/premios/pulidovalente/ cuja submissão produz um documento de candidatura a enviar conjuntamente com cópias digitalizadas dos seguintes documentos:

  • Bilhete de identidade ou cartão de cidadão;
  • Carta do chefe do grupo de investigação, em língua inglesa, confirmando que a investigação foi realizada no seu laboratório, teve o seu conhecimento e aprovação da candidatura. A carta deverá conter igualmente informações sobre a contribuição do candidato para o trabalho publicado. 

Para premio.pulidovalente@fct.pt

 

 

 

A avaliação é efetuada por um Júri constituído por:

  • RUY RIBEIRO (Presidente)

    Laboratório Nacional de Los Almos

  • MARGARIDA CORREIA-NEVES

    Escola de Medicina da Universidade do Minho, Instituto de Investigação em Ciências da Vida e da Saúde

  • LUÍS GRAÇA

    Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, Instituto de Medicina Molecular

  • PAULO JORGE CRUZ PAIXÃO

    (em representação da Fundação para a Ciência e a Tecnologia)
    Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Nova de Lisboa
    Sociedade Portuguesa de Virologia

  • MIGUEL CARNEIRO DE MOURA

    (em representação da Fundação Francisco Pulido Valente) Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa (Professor Emérito)