Por ocasião do seu 70.º aniversário, é homenageado pelos seus amigos e discípulos, cerimónia acompanhada pela publicação de um livro que contou com a participação dos seus principais companheiros de vida e que constitui uma coletânea notável em que, mais do que o valor científico dos trabalhos, impressiona a diversidade dos temas abordados, a força da amizade, o reconhecimento de todos pela enorme influência que Pulido Valente tivera nas suas carreiras.

A tertúlia do consultório aparece retratada por Abel Manta, num quadro a óleo intitulado o Grupo do Consultório (ou A Leitura) de 1955, hoje incluído na colecção do Museu da Cidade de Lisboa.