Entrevista ao «Diário de Lisboa» (Janeiro) em que critica os serviços de assistência médica, especialmente o funcionamento dos hospitais.