Teve lugar, no passado dia 29 de abril, por videoconferência, uma reunião do Conselho de Curadores, da qual destacamos os seguintes pontos:

  • Necessidade de adiamento das sessões de entrega dos prémios Ensino 2020 e Ciência 2019 para datas a anunciar oportunamente devido à atual pandemia de coronavírus.
  • Tema do Prémio Ciência 2020: “”

O Presidente do júri é o Prof Carlos Caldas (Professor of Cancer Medicine, University of Cambridge, UK) que aceitou o Doenças oncológicas-Tumores como ecossistemas de clones e células: implicações terapêuticas convite da Fundação, tendo indicado para o coadjuvar a Professora Mónica Bettencourt-Dias (Instituto Gulbenkian de Ciência) e o Professor Hélder Maiato  (Instituto de Investigação e Inovação em Saúde, Universidade do Porto), que prontamente se disponibilizaram. A Fundação Pulido Valente indicou, para seu representante, o Prof Luís Costa (Centro Académico de Medicina de Lisboa).  Por parte da FCT, a representante é a Professora Raquel Seruca (Instituto de Patologia e Imunologia Molecular da Universidade do Porto).  

  • Concretização da entrada de novos membros para o Conselho Consultivo e para o Conselho de Curadores.
  • Diligências do Conselho de Administração no sentido de encontrar novo local para sede da Fundação.
  • Iniciativa conjunta com o Museu da Cidade no sentido de organizar um conjunto de sessões públicas sobre as figuras representadas no quadro de Abel Manta “O Grupo do consultório”
  • Aprofundamento das relações com a Associação de Estudantes da Faculdade de Medicina de Lisboa tendo em vista a realização de iniciativas conjuntas e dar maior visibilidade ao Prémio Ensino
  • Parecer favorável ao Relatório e Contas de 2019 apresentado pelo Conselho de Administração.