Patrono A Fundação Prémio Ensino Prémio Ciência Biblioteca e Espólio Agenda Contactos e Informações
Logo Fundação Pulido valente
 

Prémio Ensino Professor Francisco Pulido Valente 2018

O Prémio Pulido Valente Ensino 2018 será atribuído no dia 24 de Maio 2018 às 12h, no Grande Auditório João Lobo Antunes no Edífício Egas Moniz no campus do Hospital de Santa Maria.O premiado desta edição é o aluno Martim Trovão Pereira Basto.

A palestra ou conferência será proferida pelo Prof. João Paulo André, Professor na Universidade do Minho com o título «A Doença na Ópera».

Fundação Monjardino: co-patrocinador da edição 2018 do Prémio Ensino Professor Francisco Pulido Valente.

 

 

Prémio Ciência Professor Francisco Pulido Valente 2018

Edital

Na sequência do Protocolo firmado entre a Fundação para a Ciência e a Tecnologia, I.P., e a Fundação Professor Francisco Pulido Valente é aberto concurso para atribuição do Prémio Pulido Valente Ciência 2018.

Âmbito e Destinatários

O Prémio visa distinguir o melhor artigo publicado na área da Engenharia Biomédica, sem restrição do ano de publicação, que descreva os resultados da investigação realizada por um(a) investigador(a) com menos de 35 anos à data de apresentação da candidatura, numa instituição de I&D nacional.
É admitido a concurso um único trabalho original por candidato, publicado ou aceite para publicação, com a aceitação devidamente comprovada, em revista nacional ou estrangeira da especialidade, no qual seja primeiro autor ou coautor (desde que seja reconhecido na publicação como tendo contribuição idêntica à do primeiro autor).

Financiamento
O montante deste Prémio é de 10.000,00 (dez mil Euros), atribuído numa prestação única.


Apresentação de candidaturas


As candidaturas devem ser apresentadas entre o dia 4 de junho de 2018 e as 17 horas do dia 28 de setembro de 2018, através do preenchimento de formulário eletrónico próprio disponível em http://www.fct.pt/apoios/premios/pulidovalente/, cuja submissão produz um documento de candidatura a enviar conjuntamente com cópias digitalizadas dos seguintes documentos:

•    Bilhete de Identidade ou Cartão do Cidadão;
•    Carta do chefe do grupo de investigação, em língua inglesa, confirmando que a investigação foi realizada no seu laboratório, teve o seu conhecimento e aprovação da candidatura. A carta deverá conter igualmente informação sobre a contribuição do candidato para o trabalho publicado.

para premio.pulidovalente@fct.pt

 

Avaliação
A avaliação será efetuada por um Júri constituído por:
Professor José Carlos Príncipe (Presidente)
Universidade da Flórida e INESC-TEC, Universidade do Porto
Professor Mário Barbosa
I3S-Instituto de Investigação e Inovação em Saúde
Professora Patrícia Figueiredo
Instituto Superior Técnico, Universidade de Lisboa
Professor Pedro Guedes de Oliveira
Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto
(em representação da Fundação Francisco Pulido Valente)
Professor João Mano
CICECO- Centro de Investigação em Cerâmica e Materiais Compósitos, Universidade de Aveiro
(em representação da Fundação para a Ciência e a Tecnologia)

 

É já amanhã!

A Conferência Os Caminhos do Conhecimento, o legado de José Mariano Gago,  terá lugar na data da celebração do seu nascimento, no próximo dia 16 de Maio, das 09.30 às 14.30, no Teatro José Lúcio, em Leiria.

A comemoração do Dia Nacional dos Cientistas* tem o objetivo de celebrar e reconhecer o papel dos cientistas na sociedade portuguesa. A conferência reúne investigadores, artistas, empresários, políticos, professores e estudantes num debate aberto sobre diálogos cruzados: o conhecimento para um futuro comum.

Mais informação em www.streamsofknowledge.org

 
A proposta para o Orçamento Participativo de Portugal 2018
foi entregue com sucesso!

O Projeto “Fruta boa no trabalho” propõe-se a transformar de forma radical os hábitos de consumo alimentar da população adulta em Portugal, integrando-se numa estratégia de combate ao sedentarismo, que tem caracterizado as sociedades contemporâneas, com consequências nefastas para a saúde.

Entidades participatives: Campo Maior Solidário – Loja Social, Cooperativa Operária Portalegrense, Fundação Francisco Pulido Valente, Projeto Alimentação Saudável nas Escolas do Concelho de Portalegre, Projeto MAIS PARTICIPAÇÃO melhor saúde, Instituto Politécnico de Portalegre (Sistema de Gestão da Responsabilidade Social), Escola de Hotelaria e Turismo de Portalegre e TEGUA - Associação de Desenvolvimento Regional D'Entre Tejo e Guadiana

Municípios portuguesesenvolvidos: Campo Maior, Elvas e Portalegre.


Para mais informação consultar: https://opp.gov.pt/p/1685?page=1&ordering=random_order

 

Plataforma Mais Participação, Melhor Saúde. 

A Fundação esteve presente no passado dia 8 de março, como observador, numa reunião promovida no âmbito da Plataforma Mais Participação, Melhor Saúde. O convite vem na sequência da adesão da Fundação ao movimento que deu corpo à Petição Carta para a Participação Pública em Saúde
que, recentemente, atingiu as 4000 assinaturas e enquadra-se na sua estratégia de aproximação aos movimentos de cidadãos em defesa do Sistema Nacional de Saúde (SNS).
O encontro contou com a participação de representantes de várias instituições constituintes da Plataforma, como a Associação Nacional AVC, Associação de Doentes de Parkinson, Unidades de Saúde Familiares - Associação Nacional, Associação das Doenças Reumáticas, Grupo de Activistas em Tratamento, Associação Portuguesa de Diabetes, DECO/Proteste.
A dinamização da conversa esteve a cargo da Sofia Crisóstomo e da Margarida Santos, rostos incontornáveis do projecto Mais Participação, Melhor Saúde.
Um dos objectivos centrais da reunião era a apresentação do projecto Minha Saúde, minha ComUnidade que se centra na criação das  Comissões de Utentes  nas Unidades de saúde Familiares. O principal responsável do projecto e da Associação Nacional de Unidades de Saúde Familiares, João Rodrigues, teve oportunidade de dar alguns números sobre a realidade das USF's e das iniciativas em curso para levar a uma maior e melhor participação dos cidadãos.

Para mais informações consultar o site  www.participacaosaude.com/

Fica também a informação de uma conversa com a conselheira da Fundação Pulido Valente, Isabel do Carmo, a propósito de uma proposta de apresentação de um projecto na área da saúde pública (uma hipótese seria alimentação saudável, outra algo ligado às USFs) a candidatar ao Orçamento Participativo Nacional em que a Fundação pudesse surgir em parceria com Associações como a Mais Participação, Melhor Saúde, Unidades de Saúde Familiares, Instituições de Ensino, associações locais, empresas (DELTA), etc… A intenção de descentralizar iniciativas para NUTII (Alentejo) tem a ver não apenas com necessidades concretas dessas populações, mas também o facto de existirem financiamentos mais acessíveis.

Reunião entre FFPV, FCT e Ministro Manuel Heitor
 
O Ministro Manuel Heitor abordou alguns assuntos com ligação directa ao que tem sido discutido internamente na Fundação, em especial a questão da investigação clínica e da necessidade de reforçar esta área específica que conhece em Portugal algumas dificuldades de afirmação. Foi identificada uma ausência de colaboração regular entre as instituições de investigação e as instituições de ensino, visível na relação entre o HSM e o IMM, com um escasso número de médicos nas equipas do IMM. O Ministro informou que tem estado a ser desenvolvido trabalho para incrementar a investigação clínica, criando legislação, uma agência (com o INFARMED, a Apifarma e a FCT) e linhas próprias de financiamento. Foi dada a sugestão de a Fundação Pulido Valente, conjuntamente com a FTC e o Ministério, criarem um evento de nível europeu, trazendo a experiência de outros países. O Ministro considera também existir uma oportunidade para a Fundação ao nível da cidadania e cultura, trabalhando a cultura científica ligada ao território, pelo que sugere uma ligação estreita à Ciência Viva, uma vez que se encontra bem alicerçada em pequenas comunidades espalhadas pelo país.A ideia será que a Fundação possa contribuir para a divulgação da ciência levando alguns dos seus amigos a sessões no Alentejo.
O facto de ter sido discutido no Conselho Consultivo da Fundação a possibilidade de lançar como tema do Prémio Ciência a questão da investigação clínica, leva a considerar a hipótese do lançamento do tema para o prémio do próximo ano (2019) admitindo-se um maior destaque e a organização da sessão de entrega com uma maior ambição ao nível da participação.

Livro(s)

«A angústia da influência - Política, Cultura e Ciência nas relações da Alemanha com a Europa do Sul, 1933-1945»

Excerto do artigo da Dr.ª Cláudia Ninhos publicado no livro acima referido, onde se refere a admiração do nosso patrono pela Medicina Alemã e o facto de três dos seus discípulos terem estagiado neste país no início dos anos 20 do século passado.

 

Reedição do livro  «IN MEMORIAM»:

Já se encontra disponível a reedição do livro «In Memoriam», livro que recorda a vida, as amizades e os interesses do patrono desta Fundação.

Para obter o seu exemplar, envie-nos o seu pedido para o e-mail:

fundacaopulidovalente@gmail.com

ou directamente para a morada,

Fundação Professor Francisco Pulido Valente
Avenida das Tulipas lote 10 - 2.º Esq.
Miraflores, 1495-159 Algés.

Preço do exemplar: 17,20 € + portes de envio (2,30€ - Portugal Continental).